sbce.med.br sbce.med.br sbce.med.br



HOME > Coruja de ouro

Moção - Premio Coruja de Ouro

Premio CORUJA DE OURO

Dr. CARLOS ALBERTO BORDINI

      Esta missiva tem por objetivo propor o nome do Dr. Carlos Bordini para receber o prêmio "CORUJA DE OURO".
      A justificativa para tal proposta deriva do fato de o Dr. Carlos Bordini, aos 63 anos de idade, com 40 anos de formado e 38 de neurologia, ao invés de descansar, manter-se ainda atuando no cenário nacional e internacional e sendo personagem de destaque e fundamental no ensino e promoção da Cefaliatria no Brasil e no exterior.
      A trajetória do Dr. Bordini confunde-se com aquela da Sociedade Brasileira de Cefaleia, da qual o Dr. Bordini é membro há 37 anos e ardoroso defensor.
      Graduou-se no ano de 1975, porém desde 1972 Dr. Carlos Bordini mostrou interesse pela carreira acadêmica, exercitada em aulas nos cursos pré-vestibulares antes que iniciasse sua carreira didática na medicina. O Dr. Bordini lecionou durante 25 anos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, onde fundou e foi o chefe do ambulatório de cefaleias, onde atuou de 1982 a 2006, quando se aposentou desta instituição. Em 1988, saiu do país para realizar sua especialização na Noruega com o professor Otttar Sjaastad, talvez o mais influente cefaliatra europeu do século passado.
      Na Cefaliatria brasileira, promoveu uma verdadeira revolução: herdou o comando da SBCe sem ferir a autoridade de seu fundador, o Dr. Edgard Raffaelli, e manteve-se à frente da SBCe por 4 anos, a partir de onde tratou de diluir o comando da sociedade em diferentes centros. Ainda frente à SBCe exerceu 3 gestões como Presidente e foi membro de seu comitê científico por décadas. Personagem de ampla cultura humanista e versado em ciências exatas mostrou-se igualmente hábil na neuropolítica, estando sempre pronto para resolver possíveis conflitos entre os membros da sociedade e apaziguar os ânimos de todos com proposições de consenso.
      Na atividade didática, o Dr. Bordini não apenas dedicou-se ao ensino de estudantes de medicina como também de médicos já formados, percorrendo não só o país em eventos científicos variados, como também o exterior, onde atuou de forma intensa na América Latina e junto à International Headache Society. Nesta, foi o primeiro latino-americano que assumiu a posição de vogal, permanecendo por 6 anos, o que proporcionou destaque às políticas internacionais concernentes ao Brasil, América Latina e outros países de cultura latina, tradicionalmente relegados a um segundo plano por aqueles de cultura anglo-saxã. Mais recentemente, destacou-se realizando o primeiro curso mundial para formar professores em cefaleia com a chancela da International Headache Society na cidade de São Paulo, tendo sido um marco para a formação de muitos dos atuais cefaliatras recebendo elogios internacionais.
      Mantém até hoje sua paixão por ensino, atualmente ensinando Neurologia na Faculdade Municipal de Medicina de Franca, e a prática clínica, exercendo a Neurologia como Neurologista Geral. Além de contribuir para a produção científica com colaborações de 70 artigos publicados em revistas de destaque.
Em face de todos os motivos expostos, consideramos o Dr. Bordini merecedor do prêmio "CORUJA DE OURO".

Para indicar o Dr. Bordini ao premio coruja preencha o formulário abaixo:

Você é membro da:

Sbce
ABN
Nenhum